17 fevereiro, 2006

Retratos do Passeio de Jornalistas
no Norte Alentejano (8)

Por último, noto a simpatia e correcção com que autarcas, responsáveis pela Região de Turismo, directores e técnicos do Parque Natural, pessoal de apoio, nos receberam e se disponibilizaram para nos dar esclarecimentos, estando sempre presentes nos diferentes eventos, provando-nos os esforços que estão a ser feitos para evitar a desertificação humana numa região onde impera a beleza e a qualidade genuína de produtos e gentes locais.

À espera que outras gentes os visitem e usufruam dos seus saberes, sabores e fazeres.

A “Quinta da Cabaça” onde nos despedimos, é um bonito restaurante e um feliz aproveitamento de uma adega que soube juntar o requinte com a tradição.
Um luxo! Que apetece pegar com uma pinça e trazer para Lisboa.

2 comentários:

topazio2004 disse...

venho aqui tentando emendar o meu comentário anterior, e felicitando a Otília pelos seus apontamentos tão interessantes sobre os vários olhares que podemos fazer ao nosso bonito, mas tão esquecido país.
É que a região é tão linda, e tão cheia de interesses vários que aqueles pequenos apontamentos me deixaram o gostinho a pouco. Mas agora aqui está o seguimento..
abraços

Oceanus disse...

A precipitação tem destas coisas...
Estou a brincar...
Apareça mais vezes topázio. Gostamos de a ter por aqui.