02 janeiro, 2009

E para as Festas? Umas amêndoas doces de Moncorvo?

(...) «Pode provar se quiser; não paga por isso», afiança a «cobrideira», entre arremedos vigorosos de mãos-cheias de amêndoas, fervilhantes, dentro do grande tabuleiro em cobre. Sob o utensílio, num pote de barro, as brasas ardem em borralho. O fogo, lento, aquece desta forma o tabuleiro. Reparamos nos dedos de Cândida, protegidos por um pequeno exército de armaduras. Dez dedais constroem o escudo que separa as pontas dos dedos da «cobrideira» do calor intenso do tabuleiro. (...)

Na revista Café Portugal, Jorge Andrade conta artes e dedos de mulher de Moncorvo. A ler aqui.

1 comentário:

Lopes disse...

Ao tomar conhecimento deste Blog, foi com enorme agrado que o linkamos nas nossas páginas aqui o nosso endereço
Freguesia de Mós - Vila Antiga Medieval - Torre de Moncorvo

Visite na Página Ligações -Link`s - Enlaces

http://fg-mos-vila-antiga-medieval-tmoncorvo.blogspot.com/

Cumprimentos
Webmaster