30 julho, 2006

PASSEIO DE JORNALISTAS
ao barrocal e à serra algarvia (8)

Querença, uma aldeia bem alta,
um tabuleiro florido,
ao sabor da hortelã...

IR PARA O PRINCÍPIO

(Clique nas fotografias para alargar)

A recepção na “Quinta dos Valados”- um espaço de turismo habitação, um recanto típico algarvio, explorado por um casal, ele francês, ela francesa mas de origem portuguesa - foi especial pela sua singularidade...

Logo à entrada, sobre uma mesa coberta com uma toalha bordada, cestos típicos da zona prenchidos com fatias de pão local, enqunto o afavel Prseidente da Junta nos servia copos de àgua fresca enriquecida.
Esta ideia do enriquecimento da água - nas palavras de quem a tinha preparado - foi-nos explicada como inspirada numa visita ao Centro Budista. O segredo era fácil... à água tinha sido adicionado limáo e hortelã e a mistura tinha sido adocicada. Era servida acompanhada de pão de limão e nozes.

À nossa espera também um duo de acordeonistas que nos acompanharam até à beira da piscina da quinta, onde se fez o jantar.

Finalmente conheçemos as irmãs Faísca de quem tanto tinhamos ouvido falar em Salir. Já idosas, fazem bonecos, sabem da cozinha algarvia, bordam, cantam... Ali mesmo, ao jantar, deram-nos o som de velhos cantos e lengalengas.

Uma refeição feita de receitas antigas e de novos sabores. Ficaram-me na memória os chícharos, a deliciosa sobremesa de figo e a torta de alfarroba.



Fotos: Antunes Amor (direitos reservados)

Ver continuação

1 comentário:

Coisa Efémera disse...

E Portugal, aqui tão perto…
Belíssima esta mostra de um Algarve que vive virado para praias!
Não conheço, mas irei a estes locais com toda a certeza.
Patrícia