27 junho, 2007

O rio, as margens,as lagoas, a vista dos montes...

Este linho é Galego - Recolhida na Correlhã, Ponte de Lima. Aqui numa interpretação do Grupo Sementes

Subir ao alto dos montes para contemplar paisagens, passear margens de rio, descobrir lagoas, visitar aldeias...

Não esquecer o sarrabulho, o bísaro, a carne minhota. Fazendo jus a umas malgas de verde, na sofreguidão de um leite creme, de uma concertina, de um coro de mulheres...


É já amanhã a abalada para Ponte de Lima. Cumprido o comboio e o autocarro, por volta das seis estará o Paço de Calheiros à vista - refúgio seguro para todas as canseiras de jornada.

Logo nessa noite, a Feira do Cavalo para o jantar e para a Gala Equestre. Sábado cedo, o caminho para a Vacariça e Vilar do Monte. Depois os jardins da vila e o almoço no Açude.

De regresso à estrada, a aldeia de Cabração, a Área da Paisagem Protegida de Bertiandos e S. Pedro de Arcos e Quinta de Pentieiros e a subida ao Monte de Santo Ovídio. Não vai faltar apetite para o jantar na Tulha.

A manhã de domingo é passeada no Centro Histórico da vila. Mas com tempo para espreitar cores e sons da etnografia da Ribeira Lima.

O PASSEIO DE JORNALISTAS já estará então quase cumprido. Mas não podia esquecer o Monte da Madalena para uma perspectiva única do rio e das margens. Será lá o almoço de despedida.

E, a meio da tarde, inicia-se o regresso a Lisboa.

4 comentários:

MANHENTE disse...

Por esta hora já estarão por terras do Vale do Lima. O Alto Minho, nesta altura do ano, é do mais bonito que podemos encontrar em Portugal. Se tiverem tempo e puderem escapar ao rigor dos planos, não deixem de visitar o majestoso Vale do Vez e uma das vilas mais bonitas de Portugal - Arcos de Valdevez.

Bom passeio!

Leila Bosquerolli disse...

Que música! Que vozes maravilhosas! Legal o teu blog! Cresce uma vontade muito grande de conhecer portugal! Ver as paisagens, as construções e as características do povo de Portugal, alegre e acolhedor, dá-me a certeza de que qualquer dia estarei com vocês.

Cresci no Rio de Janeiro, agora estou no Sul do Brasil. E convivi com vários patrícios, como são chamadas as pessoas que são de Portugal.

Parabéns! Beijos!!!

margarida disse...

Adoro o Minho. Também tenho umas imagens muito bonitas sobre a vila mais antiga de Portugal, Ponte de Lima.

Rui Dias José disse...

Obrigado pela sugestão margarida.

Leila, no grupo ia um jornalista brasileiro.

manhente: Há uns anos atrás já realizámos um Passeio de Jornalistas em Ponte da Barca e no Lindoso e um outro nos Arcos. E aí não esquecemos o Vale do Vez...
Se obtivermos os apoios necessários, a Peneda será um dos do nosso próximos objectivos (do Soajo a Castro Laboreiro, sem esquecer as brandas, o Mezio, Lamas de Mouro, os garranos, as amarelas, etc. Pode ser que que seja possível...!!!
Refira-se que das entidades governamentais a quem devia competir a divulgação do nosso Turismo Interno nunca obtivemos qualquer tipo de apoio ou sequer reconhecimento da utilidade desta mania de passear e de mostrar o país a profissionais da Comunicação Social Portuguesa e estrangeira.
Não há problema... passamos bem sem essas instâncias que não sabem fazer... mas também não querem aprender.
Ao menos que não estorvem...